Algumas dicas para afastar o sono durante o dia e ser uma pessoa mais ativa
26/04/2019
UNICON participa de reunião com RFB
03/05/2019

4 livros para empreendedores

– Sacadas de empreendedor, de Érico Rocha
Érico Rocha, que é um dos principais nomes do empreendedorismo no Brasil, oferece um conteúdo leve e relevante através de pequenas sacadas que o leitor pode degustar através de pequenas pausas de no máximo cinco minutos.

As dicas presentes no livro são testadas e comprovadas, além de serem totalmente focadas na prática – Ou seja, é possível aplicar na mesma hora, no seu negócio.

– O poder do hábito, de Charles Duhigg
No best-seller “O poder do hábito” tem-se de forma bem detalhada uma receita de como os nossos hábitos podem ser fundamentais na construção da nossa carreira. Duhigg apresenta vários cases em que esta metodologia se mostrou eficiente.

Ele mostra uma espécie de “hackeamento” no nosso cérebro e como isso pode ser aplicado no mundo dos negócios. Dificilmente alguém que leu este livro irá dizer que teve uma experiência negativa. Esta é uma leitura essencial para quem é empreendedor ou quer ser.

– Geração de valor, de Flávio Augusto
Temos aqui um livro de empreendedorismo que é campão de vendas e que oferece uma linguagem mais prática. Não é o tipo de leitura que se esforça para terminar. Neste caso, tem-se a opção de ler uma sacada por dia e se esforçar para colocar em prática. O autor aqui apresenta algumas ideias que ele utilizou e utiliza durante a sua carreira de negócios.

– Mais tempo, mais dinheiro, de Gustavo Cerbasi e Cristian Barbosa
Quando um especialista em finanças se junta a um especialista em produtividade para que juntos possam mostrar que é SIM possível ter dinheiro e qualidade de vida de forma simultânea? Parece até um sonho, não é mesmo?

Neste livro, os autores, através de seu conhecimento demonstram que isso é possível. Através de técnicas testadas, eles abordam assuntos sobre qualidade de vida e empreendedorismo.

A maioria dos empreendedores hoje não conseguem equilibrar sua vida pessoal com a profissional e acabam por se traumatizar e preferem a comodidade de trabalhar fixo em algum lugar, visando não se estressar ou algo parecido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X